Seu Guia
              Chegar ao Funil é fácil: na carroceria do caminhão que parte cedinho, descortinando a serra; no ônibus que sai ao entardecer, na disposição para um caminhada; chegar ao Funil só depende de gostar de cachoeiras, matas, músicas de Beto Guedes e gente simples. Chegar ao Funil é só chegar em Rio Preto e ver a plaquinha, no centro da cidade, indicando para o alto, para as serras. São 18 km de um belíssimo visual. Logo na saída, desviando alguns metros, vale a pena uma parada em Santo Antônio, lugarejo pacato, com um bela capela centenária. Seguindo viagem, vem o Vale de Santana, outra parada obrigatória para ver o ribeirão do funil serpenteando o vale. Depois é ir embora se impressionando com as alturas da região que parece querer tocar o céu. Veja as fotos e confira. Conheça!!!
Voltar